Família é indenizada em R$ 32 mil por comprar pacote de viagem para esquiar e não encontrar neve no local

A decisão foi do Tribunal de Justiça de Brasília, que condenou empresa de turismo que vendeu pacote e forneceu instruções detalhadas do esporte.

Viagem frustrada para esquiar termina em indenização por danos morais

Viagem frustrada para esquiar termina em indenização por danos morais

Um família do Distrito Federal foi indenizada em R$ 32 mil por danos morais e materiais por comprar pacote de viagem para esquiar nos Alpes Italianos e não encontrar neve no local.

A viagem "frustrada" se estendeu por oito dias, entre janeiro de 2016 e fevereiro de 2017. A família afirmou à Justiça que chegou a ligar para o resort reservado ao ouvir notícias de que o volume de neve daquela temporada estava abaixo do normal, na tentativa de evitar prejuízos à "tradicional e anual viagem de esqui em família".

Ao telefone, a equipe do hotel negou qualquer problema, e disse que poucas pistas estavam fechadas por falta de neve. Todavia, ao chegar ao local do destino das férias, a família não encontrou pistas aptas a receber o esporte, o que, segundo eles, caracterizou uma falha no "dever de informação" que os fornecedores têm com os consumidores.

A Club Med Brasil tentou evitar o ressarcimento e a indenização por danos morais, alegando que a ausência de neve era "fortuito externo" – ou seja, algo além do controle da empresa de turismo, atribuído somente ao clima. Porém, segundo o Desembargador Relator do processo, isso só vale "quando o fato gerador do dano não for conexo à atividade desenvolvida."

A família chegou a ter seu pedido negado, somente conseguindo acolhimento ao pleito junto ao Tribunal de Justiça de Brasília.

Por estas e outras, ao viajar busque sempre informações sobre a empresa de turismo que deseja contratar, fazendo pesquisas na internet, juntos aos órgãos de proteção ao consumidor de sua cidade e Estado, fale com amigos etc. Também sempre é bom checar sobre o local de destino, assim como sobre a reputação do hotel onde se hospedará. 

No caso desta família, parece que adotaram todas as precauções possíveis, mas, isto não significa que elas tenham sido inúteis.

Fonte: G1

por Frederico Monteiro