Isto é o que você DEVE FAZER se for VIAJAR COM CRIANÇAS NO AVIÃO...  ATENÇÃO!

Antes de dar nosso conselhos, queremos deixar muito claro que VIAJAR COM CRIANÇAS não é fácil. Claro que entendemos perfeitamente que os pequenos choram, não param de se mexer, ficam estressados ​​... No entanto, há limites para tudo! Por isso, queremos dar-lhe 6 DICAS muito SIMPLES e PRÁTICAS para você recorrer quando você entrar em um AVIÃO com seus filhos.

Este 'GUIA DE VIAGEM' é projetado para que nem você fique louco como mãe nem seus filhos fiquem loucos (nós os entendemos, porque as viagens deixam qualquer um louco) ou algum passageiro queira MATAR TODA SUA FAMÍLIA. Objetivo!

via GIPHY

1.- CERTIFIQUE-SE DE QUE SEU FILHO RESPIRA BEM
Isso não é loucura já que a baixa umidade do avião pode causar uma pequena secura na mucosa nasal. Algo muito chato. Leve sempre uma solução de hidratação nasal que pode ser encontrar nas farmácias para colocar no nariz do seu filho durante o voo.

2.- CERTIFIQUE-SE DE QUE OS OUVIDOS DO SEU PEQUENO ESTÃO BEM

A queda da pressão provoca espasmos na tuba auditiva. Se isso nos incomoda, imagine como seu filho deverá se sentir. Antes de embarcar no avião, use algumas gotas vasoconstritoras para o nariz de crianças. Mas isso não é tudo. Durante o voo, dê-lhe frequentemente água para tomar. Se você estiver viajando com um bebê, pode recorrer à amamentação, uma mamadeira ou chupeta.

3.- UM VOO TRANQUILO PARA A CRIANÇA

Coloque tampões nos ouvidos. Isso impedirá que ele sinta o barulho e fique nervoso.

4.- EVITA QUE ENJOE 

30 minutos antes da decolagem e durante o voo, dê a ele um remédio caseiro para evitar ficar enjoado com o movimento. O que é isso? Chupar uma fatia de limão e beba pequenos goles de água.

5.- DECIDAM ANTES DE VIAJAR O QUE A CRIANÇA VAI COMER NO VOO

Lembre-se que a bordo não há muitas refeições destinadas aos pequenos. No entanto, existem empresas que têm a opção de um menu infantil (melhor se você reservar com antecedência), embora recomendemos que você traga alimentos saudáveis como frutas. No entanto, antes disso, verifique a lista de alimentos que você pode carregar na sua bagagem de mão, já que muitas  coisas são proibidas por razões de segurança.

6.- PROTEGER DAS DOENÇAS

 

Vírus e bactérias estão no ar. Antes do voo, dê ao seu filho um medicamento anti-gripal.

 

Se você seguir estas recomendações simples, o voo não será um teste doloroso para você e sua família. Será uma aventura agradável. Se seu filho tiver mais de 2 semanas, você pode levá-lo e voar o quanto quiser: até 24 vôos por ano não será um problema.

via GIPHY

por Ana Rosa Welerson